O Um ao Molhe celebra a Mulher // Ana Deus - Calcutá - Surma

201923 MilhasFábrica das Ideias da Gafanha da NazaréMúsica
08 Março 2019

SEX | 21:30

48372702 2412857878728838 732682070207234048 n 1 770 9999

No Dia da Mulher, o UM AO MOLHE só podia ser no feminino. Três mulheres assumem as rédeas da itinerância do festival, o desconcerto da solidão feita bravura, a força de um cataclismo visceral. Elas são Deus, Calcutá e Surma; divindade, país e povo em forma de mulheres.
Cabe lá tudo. No Convés também.

Ana Deus

Nasceu em Santarém, vive no Porto. Canta desde sempre.
Entre os Três Tristes Tigres e os Ban, as colaborações com Rádio Macau ou Dead Combo e, mais recentemente, os projetos Osso Vaidoso, Bruta e Ruído Vário, Ana Deus dispensa apresentações. Sobe ao palco desta feita para interpretar “Colo”, levamo-la nele, um solo ao colo de ruídos e imagens falantes, onde loops de filmes alimentam a base sonora que acompanha textos ou canções quase a nascer.

Calcutá

Calcutá é o nome escolhido por Teresa Castro para compor e interpretar música a solo, destacando-se assim do outro projeto que integra, a banda Mighty Sands. Aqui também canta em inglês e toca guitarra, mas enquadra-se numa estética ghost folk: o seu fingerpicking sereno e insistente, veículo harmonioso e rítmico para as melodias e letras, leva-nos para o outro lado do Atlântico, para a terra dos westerns, para tempos a que só podemos aceder através de histórias, de memórias, de fantasmas.

Surma

Surma é um casamento afortunado entre cantigas-monumentos melódicos de encantar, com uma personagem, que parece ser não mais que a própria Débora em bruto, esmagadora de tão desafogada e generosa. O Antwerpen é, foi já, só o princípio. Considerado um dos melhores do ano pela grande maioria dos meios de comunicação social nacionais e nomeado para melhor disco europeu do ano (ao lado de trabalhos de nomes como The XX, Fever Ray ou King Krule). Domina teclas, samplers, cordas, vozes e loop stations em sonoridades que fogem do jazz para o post-rock, da electrónica para o noise e nos levam para paragens mais ou menos incertas, em atmosferas desconhecidas, mas com muito prazer na viagem. Passe vitalício para isto.

 ficha técnica / artística organização: Antes Cowboy que Toureiro

duração 150min
classificação etária M/6

 
23 MILHAS
Av. 25 de Abril, 3830-044 Ílhavo - Portugal
tel +351 234 397 260
23milhas@cm-ilhavo.pt 
©2012 CCI
Acessibilidade

powered by Wiremaze